Com o verão, as férias e as altas temperaturas, o uso das piscinas aumenta e, consequentemente, o cuidado, manutenção e limpeza delas deve ser redobrado.

Se não passar por um tratamento, a água da piscina pode ficar contaminada e causar danos à saúde de quem dela utilizar.  Para tratar bem a água, de maneira eficaz, além da limpeza regular da piscina, é indispensável estar atento aos níveis de cloro e ph da água.

O cloro mantém a água saudável, pois elimina bactérias e outros microorganismos que potenciam doenças como a micose, pé de atleta, além de inflamações variadas nos olhos, nariz e ouvidos, sem oferecer qualquer perigo para a saúde, desde que seja usado corretamente e nas proporções adequadas.

O ideal é manter o nível de cloro de sua piscina de 1,0 a 3,0 ppm (faixa que indica que a água é potável). O outro fator que também influencia na qualidade da água da sua piscina é o nível de pH da água (que indica se ela está ácida ou alcalina). A medida ideal do pH está entre 7,2 e 7,6 ppm , pois quando está acima ou abaixo desses valores ele impede a ação eficaz do cloro, além de causar irritação na pele, nos olhos e mucosas e corrosão de peças metálicas.

Como medir o cloro e o pH da água?

Para uma análise mais exata e eficaz dos valores, é indicado o uso do medidor de cloro e do medidor de ph (ou phmetro, como também é conhecido).

Para medir o cloro livre, o equipamento que sugerimos é o fotocolorímetro modelo HI 701 (fotômetro de mão ou fotômetro de bolso). É um equipamento de laboratório de simples utilização que dará a medida exata do nível de cloro na água.

Entre os medidores de ph indicamos o phmetro de bolso modelo HI 96108, também de simples utilização, garantindo a eficácia da análise da água da sua piscina.

O controle frequente dos níveis de cloro e ph da água são fundamentais para garantir a qualidade da água da piscina, protegendo a sua saúde e de todos que a utilizam.

Para saber mais detalhes para limpar sua piscina : Poll Home

Fonte de pesquisa: Abc piscinas