Compartilhe esse conteúdo:

O que é uma Capela de Laboratório?Por que preciso desse equipamento de exaustão?

 

 

 

Se você é um profissional da área de ciências, ou mesmo um estudante em início de carreira, provavelmente já se deparou com o termo “capela de laboratório”. Mas afinal, o que faz uma capela? Qual a sua função dentro do ambiente científico? E como utilizá-la da maneira correta para garantir a segurança no manuseio de reagentes perigosos ? Neste post, vamos responder todas essas perguntas e desvendar os mistérios por trás das capelas. Prepare-se para aprender muito!

Um laboratório necessita ter uma estrutura física mínima para que funcione adequadamente e não coloque a vida do usuário e de outras pessoas em risco. A capela no laboratório é um item imprescindível pois retira os gases provenientes das reações químicas do ambiente laboratorial.

 O que é uma Capela de Exaustão para laboratório?

Uma capela de exaustão, também conhecida como capela de gases ou capô de exaustão, é um equipamento de segurança utilizado em laboratórios. Sua função principal é proteger os usuários de inalar ou serem expostos a substâncias perigosas, tais como gases, vapores ou poeiras químicas.

A capela no laboratório funciona através de um sistema de ventilação que suga o ar do ambiente interno da capela e o conduz para fora do laboratório, geralmente através de dutos. Isso mantém o ar no interior da capela em constante movimento, evitando que as substâncias perigosas se acumulem e sejam inaladas pelos usuários ou contaminem o ambiente laboratorial.

Além disso, a capela possui uma janela frontal, geralmente feita de vidro, que pode ser abaixada ou elevada. Isso permite que os usuários manipulem os materiais dentro da capela, enquanto permanecem protegidos das substâncias perigosas. As capelas de exaustão são essenciais em laboratórios onde são manuseadas substâncias químicas voláteis ou tóxicas, contribuindo significativamente para a segurança e saúde dos trabalhadores.

 

Entendendo Mais sobre a Capela de uso geral em Laboratório?

Uma capela  no laboratório é um gabinete com exaustor  que garante a segurança do operador e do material manipulado. É importante que a capela esteja sempre limpa e bem ventilada, para evitar acúmulo de poeira e outros contaminantes. As capelas de laboratório são equipamentos essenciais  dotadas de um exaustor centrífugo que expulsam os gases para fora do ambeinte, em diversos tipos de trabalho, como na manipulação de produtos químicos, na preparação de amostras para análise ou até mesmo na realização de experimentos.

Uma “Capela de Laboratório“, também conhecida como capela de exaustão ou capela de gases, é um tipo de equipamento de segurança utilizado em laboratórios científicos. O propósito principal de uma capela de laboratório é proteger os usuários de inalar gases tóxicos, vapores, poeira e outras substâncias perigosas que podem ser liberadas durante experimentos ou manipulações de substâncias químicas.

As principais características de uma capela de laboratório incluem:

  1. Exaustão de Ar: A capela possui um sistema de ventilação que suga o ar do ambiente de trabalho e o expulsa para fora do edifício, impedindo que substâncias perigosas se espalhem pelo laboratório.
  2. Janela Frontal de Vidro: Geralmente há uma janela de vidro (guilhotina) que pode ser movida verticalmente para permitir o acesso ao interior da capela. Esta janela também serve como uma barreira física para proteger o usuário de respingos ou explosões.
  3. Superfície de Trabalho: Dentro da capela  de laboratório, há um espaço onde os experimentos são realizados. Essa superfície é geralmente feita de materiais resistentes a produtos químicos.
  4. Iluminação e Tomadas: Capelas de laboratório são equipadas com sua própria iluminação e, frequentemente, com tomadas elétricas para o uso de equipamentos dentro da capela.
  5. Sistema de Controle de Fluxo de Ar: Modernas capelas de laboratório possuem sistemas que monitoram e ajustam o fluxo de ar para manter condições de trabalho seguras.

As capelas são essenciais em laboratórios que trabalham com substâncias químicas voláteis, tóxicas ou corrosivas, contribuindo significativamente para a segurança no ambiente de laboratório.

 

 

 

Qual a Função de Uma Capela no laboratório?

A capela de laboratório é um equipamento seguro e confiável, que é usado para proteger o operador de substâncias químicas perigosas. É totalmente fechada e possui um sistema de ventilação forte que mantém o ar interno limpo e seguro. As capelas de laboratório são construídas em aço inoxidável e vidro temperado, o que as torna extremamente resistentes às intempéries.

A função principal de uma capela de laboratório é garantir a segurança no ambiente de trabalho, protegendo os usuários e o ambiente de exposição a substâncias perigosas. Aqui estão os aspectos específicos desta proteção:

  1. Proteção Contra Inalação de Substâncias Perigosas: A capela evita que vapores, gases e partículas tóxicas ou nocivas sejam inalados pelos usuários do laboratório. Isso é especialmente importante durante experimentos que envolvem reagentes químicos voláteis ou perigosos.

  2. Contenção de Substâncias Perigosas: Em caso de derramamentos, respingos ou reações inesperadas, a capela contém essas substâncias dentro de seu espaço, impedindo a contaminação do restante do laboratório.

  3. Exaustão de Gases e Vapores: O sistema de exaustão da capela direciona gases e vapores perigosos para fora do edifício, minimizando o risco de acumulação de substâncias perigosas no ambiente de trabalho.
  4. Barreira Física: A janela de vidro frontal oferece uma barreira física adicional, protegendo os usuários de explosões ou respingos químicos.
  5. Ambiente Controlado para Experimentos Sensíveis: Além da segurança, a capela oferece um ambiente controlado, que pode ser necessário para experimentos que requerem condições específicas, como a ausência de contaminação do ar externo.
  6. Prevenção de Contaminação Cruzada: Em alguns casos, as capelas são usadas para evitar que substâncias químicas ou experimentos específicos contaminem outras áreas do laboratório.

A capela de laboratório é, portanto, um equipamento crítico para a segurança em laboratórios, especialmente aqueles que trabalham com química, biologia, farmacologia e áreas relacionadas, onde a manipulação de substâncias perigosas é comum.

 

Por que devo investir em uma capela para o meu laboratório?

Se você possui um laboratório, sabe que é fundamental garantir a segurança dos profissionais envolvidos nas atividades e também a proteção do meio ambiente. Por isso, investir em uma capela de laboratório é imprescindível para manter o ambiente seguro e saudável.

A capela de laboratório  é um equipamento que permite manipular produtos químicos com segurança. Ela funciona como uma espécie de cabine, onde são realizadas as atividades relacionadas ao manejo desses materiais. Através da exaustão, ela retira os vapores tóxicos emitidos pelo processo realizado dentro dela.

As vantagens da capela de exaustão no laboratório são muitas: além de promover a saúde e bem-estar dos profissionais envolvidos no processo produtivo, ela impede que substâncias nocivas sejam liberadas na atmosfera ou no próprio laboratório. Com isso, evita-se contaminações cruzadas entre diferentes experimentos e processos.

 

 

 

Quais são as vantagens da capela de laboratório

Uma capela de exaustão de gases, também conhecida como capela de laboratório, é um equipamento essencial em qualquer ambiente que lida com substâncias tóxicas ou perigosas. Mas quais são as vantagens deste equipamento?

Em primeiro lugar, a capela de laboratório oferece segurança para os profissionais que trabalham no ambiente. Isso ocorre porque ela impede que os gases e vapores produzidos pelas substâncias sejam inalados pelos pesquisadores e técnicos.

Além disso, uma capela bem instalada proporciona um ambiente livre de contaminação cruzada. Isso significa que o ar interno da cabine não entra em contato com outras áreas do laboratório, evitando assim a propagação de agentes contaminantes.

 

 

 

Como funciona uma capela de exaustão de gases no laboratório

Uma capela de exaustão laboratório é uma ferramenta vital para manter a segurança em um laboratório. Ela é projetada especificamente para proteger os trabalhadores do laboratório e o ambiente contra vapores, gases e partículas produzidas durante as atividades no local.

A capela de laboratório funciona criando um fluxo de ar contínuo que direciona os contaminantes da área de trabalho através do sistema de ventilação. O ar contaminado é então filtrado antes de ser expelido para fora do edifício ou recirculado dentro da instalação.

O processo começa com a abertura das portas dianteiras da capela, permitindo ao usuário acessar o espaço interno. Uma vez que as portas são fechadas, o ventilador na parte superior da unidade será ligado automaticamente.

Esse ventilador cria um vácuo negativo dentro da capela exaustão de laboratório, puxando todo ar poluído gerado pelos experimentos realizados pelo pesquisador. Esse ar passará por filtros específicos antes que seja liberado no meio externo novamente ou recirculado pelo ambiente controlado.

Em resumo, a capela retém qualquer vapor tóxico ou produto químico prejudicial à saúde dos profissionais envolvidos no estudo realizado no laboratório evitando assim acidentes graves e também preserva o meio ambiente em seu entorno.

Recomendações Importantes Sobre uma Capela de Laboratório

  • Conduza todo o trabalho e mantenha todos os aparelhos a pelo menos 15 cm de distância da face do exaustor da capela de laboratório;
  • Mantenha a faixa do capela de exaustão fechada o máximo possível.
  • Mantenha  a capela de laboratório de obstrução por aparelhos ou recipientes.
  • Não armazene permanentemente reagentes químicos ou aparelhos na capela de exaustão de gases;
  • Equipamentos grandes usados ​​dentro da capela de laboratório devem ser colocados em blocos para permitir o fluxo de ar sob o equipamento.
  • Armazene os produtos químicos em um armário de segurança aprovado.
  • Não coloque a cabeça no capela de exaustão quando os contaminantes estiverem sendo gerados.

Uma capela no  laboratório é um equipamento primordial para manipulação de reagentes. Não há como manipular reagentes tóxicos sem uma capela de exaustão no laboratório.

O laboratório é um lugar comum para muitos usuários e a inalação de vapores tóxicos pode causar problemas irreversíveis na saúde do operador.

Diferença entre Capelas de laboratório

As capela de laboratório referem-se a diferentes tipos de equipamentos de segurança utilizados em laboratórios para proteger os usuários de substâncias perigosas ou contaminantes. Existem vários tipos de capelas, cada uma desenhada para propósitos específicos. Aqui estão algumas das mais comuns:

  1. Capela de Exaustão Química:
    • Uso: Principalmente para trabalhar com produtos químicos voláteis ou tóxicos.
    • Design: Geralmente possui uma janela frontal que pode ser abaixada para proteger o usuário, e um sistema de exaustão que remove os vapores químicos do ar dentro da capela.
    • Características: Mantém os produtos químicos e os vapores longe do laboratório e do usuário.
  2. Capela de Fluxo Laminar:
    • Uso da Capela de Fluxo Laminar: Usada para trabalhos que requerem um ambiente livre de contaminação, como culturas de células ou manipulação de amostras estéreis.
    • Design: Filtra o ar através de um filtro HEPA para criar um ambiente de trabalho estéril.
    • Características: Protege a amostra de contaminação externa, mas não protege o usuário de vapores químicos.
  3. Capela PCR (Reação em Cadeia da Polimerase):
    • Uso: Específica para trabalhos com PCR, para evitar contaminação de amostras de DNA ou RNA.
    • Design: Geralmente possui filtros UV e HEPA para minimizar a contaminação.
    • Características: Focada em prevenir a contaminação de amostras sensíveis.
  4. Capela de Gases:
    • Uso: Para trabalhar com gases perigosos.
    • Design: Construída para conter e exaurir gases tóxicos ou inflamáveis.
    • Características: Similar à capela de exaustão química, mas especificamente desenhada para lidar com gases.
  5. Capela de Pesagem:
    • Uso: Para pesar produtos químicos finos ou perigosos que podem ser aerossóis.
    • Design: Menor, com um sistema de filtragem para capturar partículas finas.
    • Características: Focada na proteção do usuário contra inalação de partículas.

Cada tipo de capela tem características únicas e é projetado para tipos específicos de trabalho, garantindo segurança e eficácia no manuseio de materiais perigosos ou sensíveis em laboratórios. É crucial escolher a capela correta com base nas necessidades específicas do trabalho a ser realizado.

Uma capela de exaustão de gases é projetada para remover gases e aerossóis químicos da área de trabalho. Enquanto uma cabine de  segurança biológica é projetado para fornecer um ambiente de trabalho limpo e proteção para funcionários que criam aerossóis ao trabalhar com agentes infecciosos ou toxinas.

Como comprar uma capela de laboratório?

Comprar uma capela de laboratório envolve uma série de etapas que ajudam a garantir que você obtenha o equipamento certo para suas necessidades específicas e cumpra com as normas de segurança. Aqui está um guia passo a passo para ajudar você no processo de compra:

1. Avalie suas necessidades

  • Tipo de Capela: Determine o tipo de capela de exaustão para o laboratório  que você precisa, baseado nos químicos que serão usados e nos procedimentos realizados. Existem capelas de fluxo laminar, capelas de químicos, capelas PCR, etc.
  • Tamanho: Meça o espaço disponível em seu laboratório e considere o tamanho dos equipamentos que precisará acomodar dentro da capela.
  • Normas de Segurança: Verifique as normas de segurança locais e nacionais para capelas de laboratório.

2. Especificações Técnicas

  • Material: Escolha o material da capela (aço inoxidável, polipropileno, etc.) que melhor atenda às suas necessidades de resistência química e durabilidade.
  • Características de Ventilação: Avalie os sistemas de ventilação, filtros e capacidade de manter a contaminação longe do usuário.
  • Acessórios: Identifique quais acessórios são necessários, como torneiras de gás, duchas de emergência, iluminação especial, etc.

 

Erros comuns ao usar uma Capela no Laboratório

Ao usar uma capela de exaustão em laboratório, também conhecida como capela de exaustão ou capela química, é importante ter cuidado para evitar erros comuns que podem comprometer a segurança e a eficácia do trabalho. Aqui estão alguns erros frequentes:

  1. Bloqueio da Entrada de Ar: Não manter a abertura frontal da capela desobstruída pode impedir o fluxo de ar adequado, reduzindo a eficiência da exaustão e aumentando o risco de exposição a vapores nocivos.
  2. Trabalhar com a Janela Muito Aberta ou Fechada: A janela da capela deve ser ajustada na altura recomendada para garantir um fluxo de ar eficaz. Trabalhar com ela muito aberta ou totalmente fechada pode comprometer a proteção.
  3. Armazenamento Excessivo de Químicos Dentro da Capela: Armazenar muitos reagentes ou equipamentos dentro da capela pode obstruir o fluxo de ar e criar riscos adicionais, como derramamentos ou reações inesperadas.

Conclusão

Investir em uma capela de exaustão no laboratório  é uma decisão inteligente e necessária para garantir a segurança dos profissionais que trabalham no ambiente, além de proteger o meio ambiente e os equipamentos utilizados.

A capela de laboratório oferece diversas vantagens como a melhoria da qualidade do ar interno, a redução da exposição aos gases tóxicos e produtos químicos nocivos à saúde, além do aumento na produtividade das atividades desenvolvidas.

 

 

 

Dúvidas sobre capelas de laboratório? Entre em contato conosco.

Participe do nosso blog, envie seu comentário, dúvida ou sugestão.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.
Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected])