Compartilhe esse conteúdo:

Tubo de Ensaio – Saiba Mais sobre essa Vidraria de Laboratório.

O que é um tubo de ensaio? E qual a sua função no laboratório?

Umas das vidrarias de laboratório mais simples e mais utilizada é o famoso tubo de ensaio, hoje vamos falar sobre ele e quais suas características principais.

Antes do século XIX, químicos e alquimistas estocavam “uma série de frascos e retortas feitos de uma variedade de materiais, incluindo metal e cerâmica”. E embora esses materiais funcionassem bem o suficiente, todos eles careciam dos benefícios claros do vidro: inércia química, transparência e alta maleabilidade. O material também deu aos cientistas melhor controle sobre coisas como mistura, separação, temperatura e pressão. Alguns químicos antigos realizavam experimentos dentro de copos de vinho e cerveja.

Então, na década de 1820, o especialista em vidro e o mestre químico Jöns Jacob Berzelius criou o primeiro tubo de ensaio. Este recipiente de vidro resistente ao calor e sem haste “exemplificou a combinação perfeita de funcionalidade com economia que tornou a vidraria química simples tão atraente para os praticantes amadores”, escreve Jackson. A criação de baixo custo da ferramenta icônica foi apenas o começo da “revolução da vidraria”.

Tubo de ensaio é um recipiente cilíndrico  usado para efetuar reações químicas de pequena escala com poucos reagentes de cada vez. Atualmente contamos com diversas opções de tubo de ensaio: tubo de ensaio de vidro, tubo de ensaio em plástico, tubo de ensaio com tampa rosca.

Tubo de Ensaio – Saiba Mais sobre essa Vidraria de Laboratório.

O tubo de ensaio é uma das peças de vidrarias de laboratório mais comumente usadas. Os tubos de ensaio têm o formato e o tamanho perfeitos para conter pequenas quantidades de substâncias, geralmente líquidas, que são manipuladas de alguma forma, como serem colocadas sobre a chama de um bico de Bunsen.

O vidro é o material clássico e mais comum para tubos de ensaio. É resistente ao calor e a produtos químicos. Também é fácil de visualização. Os tubos de ensaio também podem ser feitos de plástico estéril.

Curioso para saber para que são usados ​​os tubos de ensaio?

Tubos de ensaio com fundo arredondado são usados ​​em medicina clínica, biociências ou laboratórios químicos. Eles podem ser feitos de diversos materiais, mas o mais comum é vidro ou plástico. Os tubos de ensaio também podem ser confeccionados com tampa rosca.

O conhecimento sobre a origem dos nomes das principais vidrarias de laboratório utilizadas nas aulas de Química e Biologia pode tornar a aprendizagem mais significativa e interessante , uma vez que se utiliza de uma abordagem histórica

Assim, o objetivo deste Blog  é apresentar uma coletânea de vidrarias de laboratório  inseridas em um contexto histórico, bem como com algumas curiosidades, que possam auxiliar os educadores e educandos no processo de ensino e aprendizagem, leia mais em nosso blog a função das vidrarias de laboratório.

O Tubo de ensaio é usado em muitos laboratórios ou institutos de pesquisa para acondicionar  produtos químicos, solventes, líquidos e outros produtos.

Os tubos de ensaio, destinados a trabalhos químicos gerais, geralmente são feitos de vidro, para melhor resistência ao calor e produtos químicos corrosivos e maior vida útil. Tubos feitos de vidros resistentes à expansão, principalmente vidro borossilicato (ou quartzo fundido) podem suportar altas temperaturas, até várias centenas de graus Celsius.

Os tubos de vidro de laboratório são normalmente fabricados com vidro de borosilicato para as aplicações mais exigentes. O borosilicato oferece boa resistência ao calor, choque térmico e produtos químicos, com extraíveis de baixa lixiviação, boa resistência mecânica e baixo coeficiente de expansão.

O tubo de ensaio de laboratório está disponível em uma variedade de diâmetros, comprimentos e espessuras de parede, dependendo da aplicação pretendida.

Se o laboratório tiver o conhecimento técnico adequado, tubos de ensaio de vidro de uso geral podem ser usados ​​como o ponto de partida para a construção de peças de vidro muito mais complexas. Ele pode ser cortado, dobrado ou esticado na conformação necessária após a aplicação de calor.

O tubo de ensaio apresenta várias funções de laboratório tem uma variedade de aplicações:

  • No laboratório de química para sínteses orgânicas, fracionamento, destilação ou titulação
  • No laboratório de ciências biológicas para configurar colunas cromatográficas ou de filtro simples
  • Em salas de aula e outros ambientes educacionais, por exemplo, fornecimento de gás e experimentos de coleta
  • Em laboratórios químicos, farmacêuticos ou de biotecnologia, como tubulações de fabricação, equipamentos de teste ou aumento de escala

tubo de ensaio é uma designação diretamente ligada à forma e função da vidraria  um objeto cilíndrico (tubo) utilizado para realizar pequenos testes (ensaio). Não se sabe ao certo seu inventor, mas a pelo menos dois renomados cientistas tem sido atribuída sua invenção: Jons Jacob Berzelius (1779-1848) e Michael Faraday (1791-1867).

Tubo de Ensaio – Saiba Mais sobre essa Vidraria de Laboratório.

Conheça nossa completa linha de tubo de ensaio.

Participe do nosso blog, envie seu comentário, dúvida ou sugestão.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.
Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected])

Fonte : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-40422018000800933