Compartilhe esse conteúdo:

 

A mufla ou forno mufla tem papel fundamental na determinação de cinzasPara que serve uma mufla?

Em estudo recente da Fapesp foram estudados chás e xaropes que estavam a venda em supermercado.Apenas 7,4% dos produtos à base de plantas medicinais vendidos em supermercados e farmácias no Recife contêm nos rótulos ou nas bulas informações técnico-científicas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  “O problema é que os chás são comercializados como complementos dietéticos, enquanto as pessoas os consomem para uso medicinal. Suas embalagens muitas vezes oferecem informações de uso enganoso”, destacou o pesquisador. A verificação da pureza baseou-se na determinação do teor de umidade e das cinzas totais.  A mufla serve para análises que exijam altas temperaturas, diversos segmentos utilizam uma mufla. A mufla é utilizada na área da indústria alimentícia, na indústria farmacêutica, química, tintas…

A bromatologia é a ciência que estuda os alimentos, sua composição química, ação no organismo, seu valor alimentício e calórico, suas propriedades físicas, químicas, toxicologias, contaminantes e etc. Analisa-se o alimento se enquadra nas especificações legais, se há ou não a presença de adulterantes, aditivos que prejudicam a saúde, ou seja, está envolvida com todos os aspectos que envolvem um alimento, que permite determinar e garantir sua qualidade. Dentre as análises e métodos que a bromatologia pode-se utilizar, está a determinação de cinzas que pode com métodos posteriores levar a determinação dos minerais presentes nas cinzas. As análises de cinzas podem indicar adulterações de produtos como acréscimo de areia ou outros compostos em alguns alimentos (como farinhas), presença de cinzas acima do esperado para  amostras que em geral possuem muito pouco como geleias e outras amostras mais líquidas.

O que seria a determinação de cinzas?
Definição: refere- se ao resíduo inorgânico que ficou remanescente após a completa destruição da matriz orgânica.
Em Alimentos a mufla ou forno mufla é muito utilizada em  laticínios, cereais, frutos do mar, frutas, óleos, alimentos ricos em proteínas e muitos outros alimentos.
A determinação do teor de cinzas utilizando a mufla ou forno mufla tem como função indicar a pureza e adulteração dos alimentos.
Utilizando uma mufla ou forno mufla podemos ter informações prévias de quanto o alimento foi adulterado e o seu real valor nutricional.

A determinação de resíduo por incineração na mufla ou forno mufla abrange várias áreas inclusive a de farmacognosia ( parte da farmacologia que trata de drogas ou substâncias medicinais em seu estado natural antes de ser manipuladas)

A quantificação do conteúdo inorgânico faz-se por meio da determinação do resíduo pela incineração ou cinzas em um mufla ou forno mufla Assim, a droga calcinada à alta temperatura tem toda a sua matéria orgânica transformada em CO2, restando apenas compostos minerais na forma de cinzas. Portanto, a determinação do conteúdo em cinzas mostra principalmente o cuidado que foi dedicado na preparação de determinada droga vegetal.

Aula Prática
Calcinar previamente cadinho de porcelana em mufla a 450 °C por 30 min;
Resfriar em dessecador;
Tarar o cadinho – anotar o P1;
Pesar no cadinho exatamente cerca de 3 g da droga – anotar o P2;
Distribuir o material uniformemente no cadinho;
Em capela química ou capela de exaustão de gases, colocar o cadinho de porcelana inclinado sobre um suporte e iniciar a combustão com chama pequena do bordo superior ao fundo do cadinho, aumentando o aquecimento gradativamente;
Após completa combustão (ausência de fumaça), calcinar em mufla a 450 °C por 2 h (eliminação total do carvão);
Resfriar o cadinho em dessecador e pesar – anotar o P3;
OBS.: caso o carvão não tenha sido eliminado, resfriar o cadinho e seguir a técnica abaixo!

Adicionar ao resíduo 2 ml de água destilada ou solução saturada de NH4NO3 (oxidante);

Evaporar em banho-maria laboratório até secura;
Calcinar em mufla a 450 °C até peso constante – anotar P3.
Cálculos
P1 → cadinho vazio

P2 → cadinho + droga

P3 → cadinho + cinzas

Exemplos
P1 = 45,3654 g
P2 = 48,8702 g
P3 = 45,7683 g

(P2 – P1) = 3,5048 g (tomada de amostra da droga)

(P3 – P1) = 0,4029 g (total de cinzas)

Cálculo do percentual

3,5048 g de droga – 0,4029 g de cinzas
100 g de droga – x

x = 11,49 g% de cinzas

O forno mufla pode ser fabricado em diversos tamanhos. Consulte nossa equipe.

Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR e cotações, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected]) que encontra-se à disposição.

Participe do nosso Blog, aceitamos sugestões de temas, comentários, críticas. Envie seu comentário.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.

Fonte: http://www.sbfgnosia.org.br/Ensino/cinzas.html

http://agencia.fapesp.br/chas-e-xaropes-sob-suspeita/7224/

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062007000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en