Compartilhe esse conteúdo:

Com o conhecimento já abordado em nosso post sobre o mínimo que você precisa saber sobre meios de cultura, classificação e procedimentos gerais de acordo com a Anvisa , hoje nossa equipe compartilha informações sobre um meio de cultura muito utilizado na rotina de um laboratório de microbiologia, ou seja, o ágar nutriente.

Hoje a SPLABOR  é distribuidor KASVI premier da linha de MEIOS DE CULTURA KASVI, origem italiana e que tem o mais alto grau de controle de qualidade.

Esse ágar é de certa forma simples, barato e muito fácil de ser preparado. É claro que ele possui diversas aplicações laboratoriais, mas pode ser utilizado para análise de água, alimentos e leite (lacticínios ou também denominados produtos lácteos) de acordo com a ISO 12780, como meio para cultivo preliminar das amostras submetidas à exames microbiológicos e isolamento de organismos para culturas puras. Seu uso mais frequente é para a conservação e manutenção de culturas em temperatura ambiente neste ágar ou para o cultivo da maioria dos microrganismos menos fastidiosos (exigentes), como método opcional para os laboratórios que não dispõem do método da crioconservação (congelamento das cepas em freezer à -70°C).

Sua composição envolve a presença de extrato de carne e peptona que fornecem fontes de nutrientes como nitrogênio, vitaminas, minerais e aminoácidos; extrato de levedura que é fonte vitamina, particularmente do grupo B e essencial para o crescimento de bactérias; cloreto de sódio para manter o balanço osmótico e o ágar bacteriológico como agente solidificante.

Com respeito à preparação, duas formas serão citadas mas ressalta-se que é importante cada usuário seguir sua metodologia que adota como referência – as mencionadas abaixo serão à nível de sugestão.

Possibilidade 01

Após seguir as instruções do fabricante, aquecer o meio até ferver dissolvendo completamente. Esterilizar em autoclave a 121°C por 15 minutos e em seguida dispensar em placas de Petri.

Possibilidade 02

Após seguir as instruções do fabricante, aquecer o meio até ferver dissolvendo completamente. Distribuir 3 mL por tubo. Esterilizar em autoclave e após retirar da autoclave, inclinar os tubos ainda quentes para que solidifiquem com a superfície em forma de “bico de flauta” (ângulo de 45°).

Devido ao fato desse meio de cultura ser comercializado sob a forma de pó, ele é muito higroscópico. Recomenda-se armazená-lo entre 10-30°C, em um ambiente seco, em sua embalagem original bem fechada. Não utilizar após a data de validade ou se houver sinais de deterioração ou contaminação evidente.

Para descarte, não efetue em esgotos ou lixos domésticos. O produto deve ser tratado conforme as regulações oficiais administrativas. Soluções em excesso e não recicláveis destinar para empresa responsável. As embalagens contaminadas devem ser eliminadas como produto não utilizado.

A SPLABOR possui o ágar nutriente KASVI  em seu portfólio com a seguinte composição:

Composição

g/L

Extrato de Carne 1,0
Extrato de Levedura 2,0
Peptona 5,0
Cloreto de Sódio 5,0
Ágar 15,0
pH Final = 6,8 ± 0,2 a 25°C

Referências:

– Base de Dados SPLABOR;

– Manual Meios de Cultura – ANVISA

Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR e cotações, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected]) que encontra-se à disposição.

Participe do nosso Blog, aceitamos sugestões de temas, comentários, críticas. Envie seu comentário.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.