Compartilhe esse conteúdo:

Hoje vamos abordar em nosso blog um série de orientações para procedimentos laboratoriais frente a  Pandemia de SARS-COV-2.

O vírus SARS-CoV-2 é um vírus altamente patogênico que causa infecções respiratórias e intestinais em humanos, não havendo vacina até o momento.

A transmissão do vírus através das formas respiratória e extra respiratória. Costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

  • Gotículas de saliva;
  • Espirro;
  • Tosse;
  • Catarro;
  • Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;

Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.O SARS-CoV-2 é um agente biológico de alto risco. Amostras potencialmente infectadas por essa classe de vírus podem ser processadas em laboratórios com nível de biossegurança 2 (NB2), com a Cabine de Segurança Biológica Classe II (CSB II) e profissionais específicos para a realização dos exames.

Classe II tipo B 2 com 100 % de  renovação de ar, equipado com dois filtros HEPA, um para insulflamento e outro para exaustão;
100% do ar insuflado são somados aos 30% do ar que formam uma cortina de proteção na parte frontal do   equipamento, dessa forma impedindo que haja fuga do ar contaminado para o laboratório, este ar é exaurido para fora do laboratório por meio de um sistema de duto, com um motor acoplado no final do sistema de duto (fora do laboratório), lembrando que o ar exaurido para o meio ambiente  já esta filtrado pelo filtro HEPA;
Este equipamento proporciona total proteção ao usuário, material manipulado e meio ambiente;
Ideal para manipulação de HIV, Oncologia (Quimioterápicos), Tuberculose, Gripe aviaria, Covid-19 (SARS CoV-2) e outros vírus que acarretam perigo a saúde humana e ao meio ambiente

Em laboratórios clínicos, sangue total, soro, plasma e urina devem ser processados de acordo com precaução padrão (e.g., hepatites ou HIV), que inclui o uso de jaleco, luvas, máscara e proteção ocular.

Amostras respiratórias e de fezes fixadas também podem ser manipuladas de acordo com precaução padrão, no entanto, as não tratadas demandam o uso da Cabine de Segurança Biológica classe II. Conhecer a diferença entre cabine de segurança biológica e capela de fluxo laminar é fundamental para exercer a atividade com segurança.

Para maior segurança do profissional recomenda-se o uso adicional de máscara, jaleco, proteção ocular, luvas e gorro durante a manipulação de amostras respiratórias e fecais .
Por questões de biossegurança, todos os procedimentos de laboratório devem ser conduzidos com o máximo cuidado para evitar a formação de aerossóis. Procedimentos que gerem aerossóis e respingos, como diluições, abertura de tubos, uso de agitador de tubos vortéx e centrífuga para laboratório , deverão serem realizados em Cabine de Segurança Biológica Classe II. Em casos inviáveis, como na operação de centrífuga sorológica e microcentrífugas, e na ausência de tampa de caçapa, aguardar por 10 minutos após cessar a centrifugação para realizar a abertura, sendo recomendável durante esse procedimento, o uso de máscara e óculos de proteção.

A desinfecção da Cabine de Segurança Biológica após o trabalho com álcool 70% é mandatória, especialmente em casos de derramamentos, assim como nas eventuais quebras de tubos em centrífuga de laboratório.

A certificação da Cabine de Segurança Biológica inclui os seguintes ensaios realizados:

  • Teste de Avaliação da Instalação;
  • Temperatura e Umidade;
  • Velocidade, Uniformidade e Vazão de Fluxo Descendente (Downflow);
  • Velocidade e Vazão de Entrada de Ar (Inflow);
  • Padrões de fumaça do fluxo de ar;
  • Teste de vazamento em Filtros (Estanqueidade);
  • Contagem de Partículas em Suspensão no Ar;
  • Perda de carga nos filtros;
  • Intensidade de Iluminação;
  • Nível de Ruído;
  • Vibração;
  • Eficiência da Lâmpada Germicida

Os requisitos citados são obrigatórios para a certificação de cabine de segurança biológica.

A certificação de cabine de segurança biológica deve ser realizada por empresas qualificadas, pois possuem todos os equipamentos necessários e trabalham, dentro das normativas brasileiras existentes.

Participe do nosso blog, envie seu comentário, dúvida ou sugestão.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.
Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected])