Compartilhe esse conteúdo:

Reagentes para laboratórios são utilizados durante processos de preparação da amostra e análises com o intuito de provocar uma reação química. Eles funcionam como potencializadores ou então estimuladores para que determinada reação aconteça. Cuidado  com chamas no laboratório: deve-se ter cuidado ao usar fósforo ou chamas. Antes de utilizar o fogo verifique sempre que tipos de reagentes químicos que seus colegas próximos estão trabalhando, pois substâncias inflamáveis são uma fonte em potencial de incêndio.

Para manter a segurança no laboratório as amostras e frascos de reagentes químicos arrolhadas ou tampadas quando estes não estiverem sendo utilizados

Como escolher os Reagentes para Laboratório?

Tipos de Reagentes Químicos:

Técnicos :Destinados a fins industriais correntes, com um grau de pureza não muito elevado.

Puros: Destinado a preparações laboratoriais correntes. Não são adequados a operações que envolvam técnicas especiais de análise.

Food Grade :(Grau Alimentício)Destinado ao uso como aditivos intencionais na indústria de alimentos.

USP :(Insumo Farmoquímico)(Grau Farmacêutico)A sigla USP significa Unitet States Pharmacopeia (Farmacopéia dos Estados Unidos) e é atribuída a matérias-primas que podem ser utilizadas tanto para uso externo como para uso interno (podem ser ingeridas).

P.A: (Para Análise) Destinados a análises mais exigentes. Indicam teores máximos de impurezas.

Cromatograficamente Puros: Destinados a processos analíticos altamente sensíveis, como a cromatografia.

Espectograficamente Puros:  Destinados à análise espectroscópica. Possuem grau de pureza ainda superior aos anteriores.

 

Os Reagentes de Laboratório são compostos por diversas substâncias químicas, que muitas vezes são altamente perigosas e que por isso requerem cuidado na manipulação e no armazenamento. Todo Reagente para laboratório  deve ser adquirido com a Ficha de Segurança, que orienta também sobre a utilização e o descarte. Evite contato com reagentes químicos  e substâncias: use sempre luvas apropriadas ao manusear substâncias químicas. Reduza sempre a sua exposição ao produto ao mínimo, pois a exposição excessiva e repetida pode provocar problemas de saúde. O laboratório deve ser bem arejado e a manipulação com os reagentes de laboratório deve ser realizada em capela química. Evite verificar os odores das substâncias químicas.

A Splabor se especializou na venda de Reagentes Químicos, inclusive os reagentes químicos controlados pela Polícia Federal, vendidos somente mediante licença de autorização.

Segue lista de Reagentes Controlados Pela Polícia Federal

*TODOS OS REAGENTES SOMENTE  SÃO VENDIDOS SOB COMPROVAÇÃO DA LICENÇA DE AUTORIZAÇÃO

*ANIDRIDO PROPIÔNICO
*ACETONA
*ÁCIDO CLORÍDRICO (SOLUÇÃO AQUOSA)
*ÁCIDO CLOROSSULFÔNICO
*ÁCIDO HIPOFOSFOROSO
*ÁCIDO IODÍDRICO
*ÁCIDO SULFÚRICO
*ÁCIDO SULFÚRICO FUMEGANTE
* ANIDRIDO ACÉTICO
*BICARBONATO DE POTÁSSIO
*BICARBONATO DE SÓDIO
*BUTILAMINA E SEUS SAIS
*CARBONATO DE POTÁSSIO
*CARBONATO DE SÓDIO ANIDRO
*CLORETO DE ACETILA
* CLORETO DE METILENO
* CLORETO DE TIONILA
*CLOROFÓRMIO
* ÉTER ETÍLICO
*ETILAMINA E SEUS SAIS
*FENACETINA
*FÓSFORO VERMELHO
*FORMAMIDA
*FORMIATO DE AMÔNIO
*HIDRÓXIDO DE POTÁSSIO
*HIDRÓXIDO DE SÓDIO (SÓLIDO)
* IODO (SUBLIMADO)
*MAGNÉSIO METÁLICO (TEOR DE PUREZA MÍNIMA 99,8%)
*MANITOL
*METILAMINA

*METILETILCETONA
*NITROETANO
*PENTACLORETO DE FÓSFORO
*PERMANGANATO DE POTÁSSIO
*TOLUENO
*ACETALDEÍDO
*ACETATO DE ETILA
*ACETATO DE ISOAMILA
*ACETATO DE ISOPROPILA
*ACETATO DE N-BUTILA
*ACETONITRILA
*ÁCIDO ACÉTICO
*ÁCIDO BENZÓICO
*ÁCIDO BROMÍDRICO
*ÁCIDO FÓRMICO
*ÁLCOOL N-BUTÍLICO
*ÁLCOOL ISOBUTÍLICO
*ÁLCOOL SEC-BUTÍLICO
*ÁLCOOL ISOPROPÍLICO
*ÁLCOOL METÍLICO
*ÁLCOOL N-PROPÍLICO
*ALILBENZENO
*AMÔNIA (GÁS – AMONÍACO ANIDRO)
*BENZALDEÍDO
*BENZENO
*BOROHIDRETO DE SÓDIO
*CICLOEXANO
*CICLOEXANONA
*CLORETO DE ALUMÍNIO
*CLORETO DE AMÔNIO
*CLORETO DE BENZOÍLA
*CLORETO MERCÚRICO
*DIACETONA ÁLCOOL
*1,2-DICLOROETANO

*DICROMATO DE POTÁSSIO
*DICROMATO DE SÓDIO
*DISSULFETO DE CARBONO
*N-HEPTANO
*HIDRETO DE ALUMÍNIO E LÍTIO
*HIDRÓXIDO DE AMÔNIO (AMONÍACO EM SOLUÇÃO AQUOSA)
*HIDROXILAMINA E SEUS SAIS
*LÍTIO (METÁLICO)
*METILISOBUTILCETONA
*ORTO-TOLUIDINA
*PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO
*PIRIDINA
*SÓDIO METÁLICO
*SULFATO DE SÓDIO ANIDRO
*TETRACLORETO DE CARBONO
*TETRACLOROETILENO
*TETRAHIDROFURANO
*TRICLOROETILENO
*ÁLCOOL ETÍLICO
*CARBONATO DE CÁLCIO
*CARVÃO ATIVO
*CROMATO DE POTÁSSIO
*HIDRÓXIDO DE CÁLCIO, OUTROS
*HIPOCLORITO DE SÓDIO
*URÉIA
*ÁCIDO BÓRICO NATURAL, OUTROS
*HIDRÓXIDO DE SÓDIO (EM SOLUÇÃO AQUOSA)
*MAGNÉSIO METÁLICO (DESPERDÍCIO E RESÍDUOS)
*ÁCIDO ORTOFOSFÓRICO, OUTROS
*XILENOS (XILOL)
*CLORETO DE CÁLCIO ANIDRO, OUTROS
*ÓXIDO DE CÁLCIO (CAL VIVA)
*ACETATO DE SÓDIO
*ETILAMINAS E SEUS DERIVADOS; SAIS DESTES PRODUTOS
*N-HEXANO (COMERCIAL)
*BROMOBENZENO (TAMBEM CHAMADO DE BROMETO DE FENILA, BROMOBENZOL, *MONOBROMOBENZENO
*ÉTER DE PETRÓLEO

Lei 10.357 de 27 de dezembro de 2001
Art. 4º Para exercer qualquer uma das atividades sujeitas a controle e fiscalização relacionadas no art. 1º, a pessoa física ou jurídica deverá se cadastrar e requerer licença de funcionamento ao Departamento de Polícia Federal, de acordo com os critérios e as formas
a serem estabelecidas na portaria a que se refere o art. 2º, independentemente das demais exigências legais e regulamentares.
Portaria – MJ 1274 de 25 de agosto de 2003
Art. 9º A renovação da licença deverá ser requerida no período de sessenta dias imediatamente anterior à data de vencimento do Certificado de Licença de Funcionamento, devendo o requerente apresentar, a critério da autoridade competente, os documentos especificados no art. 4º desta Portaria.
1º O requerimento para renovação da licença, se protocolizado no prazo previsto neste artigo, prorroga a validade do Certificado de
Licença de Funcionamento até a data da decisão sobre o pedido, habilitando a pessoa jurídica a continuar exercendo suas atividades com o referido documento.
2º Será automaticamente cancelado o cadastro da pessoa jurídica que não requerer a renovação da licença no prazo especificado no caput, sem prejuízo da aplicação das medidas administrativas previstas no art. 14 da Lei no 10.357, de 2001.

Além destes Reagentes Para Laboratório ainda há os Reagentes para biologia molecular. Estes promovem também a mesma influencia quanto à reação em contato com determinadas substâncias, porém, sua utilização é específica.

Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR e cotações, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected]) que encontra-se à disposição.

Participe do nosso Blog, aceitamos sugestões de temas, comentários, críticas. Envie seu comentário.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso