Compartilhe esse conteúdo:

Tradicionalmente, as vacinas são armazenadas em refrigeradores para vacinas  (+ 2 ° a + 8 ° C) ou freezers a -20 °C, mas com algumas das vacinas candidatas COVID-19 iniciais, indicam  o armazenamento a freezer -80 ° C. O objetivo de mitigar o risco de perda da vacina devido ao congelamento ou aquecimento acidental associado ao armazenamento está se tornando mais complicado do que nunca.

O armazenamento e o manuseio adequados da vacina são fatores importantes na prevenção e erradicação de muitas doenças comuns que podem ser evitadas pela vacina. No entanto, a cada ano, erros de armazenamento e manuseio resultam na revacinação de muitos pacientes e
perda financeira significativa devido ao desperdício de vacinas. Deixar de armazenar e manusear as vacinas adequadamente pode reduzir a vacina
potência, resultando em respostas imunológicas inadequadas em pacientes e pouca proteção contra doenças. Os pacientes podem perder confiança nas vacinas e provedores se eles precisarem de revacinação porque as vacinas que receberam podem ter sido comprometido.

Vamos aos fatores importantes na escolha

  • Use refrigeradores para laboratório ou freezer para laboratório de qualidade farmacêutica;
  • Use refrigeradores para laboratório com sistema de chave na porta;

  • Use refrigeradores com registro de dados se possível;

  • Use refrigeradores de vacinas com a capacidade correta de armazenagem, nunca sobrecarregue com a capacidade acima do que o fabricante indica;
  • Reduza as possiblidades de interrupção de energia;
  • O ambiente de instalação deve ser bem ventilado, sem incidência de luz solar;

Participe do nosso blog, envie seu comentário, dúvida ou sugestão.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.
Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected])