equipamento


dezembro 2nd, 2010

Equipamentos de laboratório são os diversos aparelhos ou instrumentos utilizados em laboratórios para realizar experiências, cálculos, medições físicas e análises biológicas ou químicas. Eles podem ser manuseados por bioquímicos, farmacêuticos, cientistas ou ainda, equipes técnicas especializadas. Ultimamente são desenvolvidos com tecnologia de ponta, contribuindo para uma melhor qualidade das empresas de área científica e laboratoriais, além do setor da saúde.

Os equipamentos de laboratórios variam de acordo com a finalidade de cada laboratório. Sendo assim, existem equipamentos específicos para laboratórios de análises clínicas; laboratórios de pesquisa e desenvolvimento científico; laboratórios educacionais; laboratórios médico-hospitalares; laboratório para pesquisas químicas; laboratórios de indústrias e laboratórios tecnológicos.

Material de laboratório é o nome que se dá aos instrumentos ou equipamentos utilizados para a manipulação especifica em química, bioquímica ou física a fim de realizar experiências, medições, estudar substâncias ou recolhimento de dados. Os materiais para laboratório e produtos para laboratório são utilizados por cientistas, bioquímicos, farmacêuticos ou equipes técnicas especializadas.

outubro 13th, 2010

Como calcular corretamente a concentração a partir da leitura de um refratômetro?

A correta concentração é calculada da seguinte maneira: Leitura do refratômetro X fator do produto

* cada produto possui um fator diferente.

O que são fatores de um refratômetro?

O fator é um número específico que um produto possui e que deve ser multiplicado pela leitura obtida no refratômetro, a fim de se obter a concentração real.

O que é leitura de um refratômetro?

A leitura de refratômetro é uma leitura escalar obtida através de uma amostra de fluido de usinagem. Essa leitura acontece na linha de contato entre a área mais clara e a mais escura em uma escala vista por meio da ocular de um refratômetro.

Leitura turva no refratômetro – o que é?

Quando a leitura de um refratômetro fica turva, indica contaminação por óleo no sistema de fluido de usinagem. Quando isso acontece, a contaminação faz com que a leitura do refratômetro seja elevada, indicando uma falsa alta concentração.

Para evitar possíveis erros, sempre faça a leitura a partir da área inferior clara da leitura turva, isso ajuda assegurar que a concentração seja mantida na faixa correta e não caia para um nível baixo.

setembro 30th, 2010

Forno mufla é um forno elétrico que atinge temperaturas na ordem de 1000°C. Este equipamento é muito utilizado em laboratórios químicos para o processo de calcinação. O processo de calcinação consiste em oxidar as substâncias de determinada amostra, por meio do calor.

Geralmente, um forno mufla é mais utilizado em análises químicas de substâncias complexas ou na quantificação de metais, já que a maioria dos óxidos metálicos permanece estável a esta temperatura. O forno mufla pode ser usado também para o tratamento térmico contínuo, por desfilamento.

setembro 17th, 2010


O espectrofotômetro é um equipamento de laboratório que permite comparar a radiação absorvida ou transmitida por determinada solução.

Mas como o espectrofotômetro funciona?

Para determinar a radiação, o espectrofotômetro controla o comprimento de onda da luz presente na amostra e indica a razão T entre a luz que incidiu a amostra e a intensidade da luz que conseguiu atravessar a mesma.

Por este fator, o espectrofotômetro é tão utilizado em investigações físico-químicas e biológicas. Quando a parte da energia absorvida pela amostra (absorbância) e a concentração são conhecidas, o espectrofotômetro traça um gráfico chamado de curva-padrão.

Neste gráfico são indicadas a porção linear correspondente ao limite de sensibilidade para o soluto em questão e também a proporcionalidade entre o aumento da concentração e da absorbância na amostra.

setembro 13th, 2010

Um dos aspectos de grande importância ao se analisar a qualidade da água é a medição do oxigênio dissolvido existente nela. Ao determinarmos qual a quantidade de oxigênio dissolvido na água poderemos avaliar as condições em que se encontra e detectar os impactos ambientais que ela apresenta, além de indicar a capacidade de um corpo d’água natural manter a vida aquática.  Ele origina-se de duas fontes: do oxigênio da atmosfera dissolvido diretamente e no oxigênio que provém da fotossíntese de plantas aquáticas.

O que produz o aumento ou diminuição oxigênio dissolvido na água é a quantidade resíduos orgânicos presentes nela, pois eles são decompostos por microorganismos que se utilizam do oxigênio na respiração. Assim, quanto maior a carga de matéria orgânica, maior o número de microorganismos decompositores e, consequentemente, maior o consumo de oxigênio. Esses resíduos orgânicos podem ser encontrados, por exemplo, no esgoto doméstico, em certos resíduos industriais, entre outros, que muitas vezes são despejados nos nossos rios e lagos.

Para que haja a quantidade exata de Oxigênio Dissolvido na água é necessário levar em consideração alguns aspectos que influenciam seu índice como a Temperatura da água, velocidade e tipo de fluxo, Altitude, Quantidade de matéria em suspensão, Quantidade de nutrientes, Profundidade, Arborização e principalmente a Poluição, que tem levado à morte da vida aquática em nossos rios.

O equipamento usado pelos profissionais para fazer o controle do oxigênio na água é o Medidor de Oxigênio Dissolvido, que pode ser utilizado em tratamento de água e esgoto, laboratórios, mineração, aquários e controle de qualidade. Conheça esses equipamentos clicando AQUI

Além do controle do oxigênio vale ressaltar a importância de se preservar nossos lagos e rios, evitando o uso incorreto de suas águas e vigiando para sua conservação.

agosto 26th, 2010

Titulador automático é um equipamento muito utilizado para titulações de rotina em laboratório. Em geral, o titulador automático é empregado em titulações potenciométricas com grande faixa de aplicações.

O processo de titulação é feito através de uma bomba peristáltica com agitação automática e alta resolução, acoplada ao sistema interno do titulador.

O titulador automático é utilizado para aferir a quantidade de água em diversos tipos de amostra e determinar os constituintes químicos presentes na mesma.

Um titulador automático é um equipamento de laboratório compacto, rápido e preciso, o que o torna um excelente custo-benefício para indústrias farmacêuticas, alimentícias, petroquímicas, químicas e também para laboratórios.

agosto 2nd, 2010

A centrífuga de bancada é um equipamento normalmente utilizado em laboratórios de química, biologia e bioquímica. A centrífuga de bancada tem como principal função a separação de amostras.

Quando ligamos a centrífuga de bancada, os tubos de ensaio começam a girar e fazem com que a parte líquida da amostra seja separada da parte sólida. Em uma centrífuga de bancada podem ser colocados diversos tamanhos de rotores, que variam de acordo com a velocidade e aplicação necessária.

A centrífuga de bancada também é utilizada em laboratórios veterinários, de farmacologia e em outros trabalhos que requerem centrifugação de diferentes amostras e volumes.

julho 12th, 2010

Deionizador é um equipamento utilizado em laboratório para retirar cátions, ânions, cloro, amônia, metais pesados, nitratos e outros componentes químicos nocivos da água.

Os deionizadores são muito utilizados em laboratórios para abastecer autoclaves, em caldeiras, produção de cosméticos, aquários, sistemas de resfriamento capilar e outros. Em resumo, um deionizador é empregado em aplicações que exigem baixos níveis de metais e sais dissolvidos e ausência de contaminação microbiológica.

Nos deionizadores, são utilizadas membranas de alta capacidade a fim de que a água seja purificada rapidamente. É recomendável ainda que se faça medições periódicas da água produzida pelo deionizador para constatar o nível de condutividade e determinar o momento de troca dos cartuchos de resina.

julho 1st, 2010

Capela de exaustão de gases é um gabinete ventilado, que elimina vapores tóxicos e odores durante a manipulação de reagentes em um laboratório. A capela de exaustão de gases é um equipamento de segurança para o operador e também para o meio ambiente. As capelas são móveis e podem ser instaladas em diversos locais, como em bancadas, carrinhos ou sobre um gabinete.

Uma capela de exaustão de gases pode ser utilizada em indústrias farmacêuticas, alimentícias ou cosméticas, laboratórios de diagnóstico clínico, fotográficos ou qualquer outro tipo de laboratório que manipule substâncias tóxicas, vapores químicos e biológicos.

Existem capelas de exaustão de diversos tipos, tamanhos, materiais e com diferentes revestimentos, que podem suportar grande variedade de procedimentos químicos.  Contudo, essa diversidade oferece equipamentos de diferentes níveis de proteção e desempenho.

junho 11th, 2010


Espectrofotômetro é um equipamento de laboratório mais utilizado nas investigações biológicas e físico-químicas. O espectrofotômetro compara a radiação transmitida ou absorvida por uma determinada solução. Estas soluções apresentam uma quantidade desconhecida de soluto e uma quantidade conhecida da mesma substância.

Em resumo, o espectrofotômetro controla o comprimento de onda da luz incidente na amostra e indica a razão T entre a intensidade da luz que incidiu e a luz que conseguiu, de fato, atravessar a amostra.

Quando os valores de absorbância (parte da energia absorvida) e de concentração são conhecidos, é traçado um gráfico cujo perfil é chamado de “curva-padrão”. Nesse gráfico, é indicada a proporcionalidade entre o aumento da concentração e absorbância e também a porção linear correspondente ao limite de sensibilidade do método espectrofotométrico para o soluto em questão.