Compartilhe esse conteúdo:

 

O que é um Liofilizador? Você já deve ter se deparado com essa questão e muitas vezes faltaram informações interessantes a respeito deste Equipamento para Laboratório para esclarecer tal dúvida. Pois bem, hoje nossa equipe da Assessoria Científica SPLABOR relata alguns aspectos básicos importantes sobre a liofilização e também características mais especializadas sobre o assunto, pois afinal, quem entende do assunto, quer sempre proporcionar o melhor ao usuário final.

Partindo da denominação da palavra Liofilização, a mesma é um dos processos considerados mais eficazes de desidratação de determinada amostra, onde com a utilização do liofilizador, é possível remover a água ou o solvente de um produto congelado. De maneira mais breve, é um processo de secagem onde o material molhado (“Wet Product” – seja ele água ou solvente) é primeiramente congelado, obtendo estado sólido e logo após é transformado para o estado gasoso, através da sublimação – sem passar pelo estado líquido.

 

Tipicamente utilizada na indústria farmacêutica, a liofilização ajuda a estabilizar culturas microbiológicas, preservar espécimes animais, concentrar amostras, monitorar drogas farmacêuticas (principalmente na etapa de pesquisa e desenvolvimento das mesmas) e até mesmo na indústria alimentícia vem ganhando espaço no cenário de mercado atual.

Uma vez que o produto é liofilizado, ele não precisa ser refrigerado e pode ser armazenado sob temperatura ambiente – por isso o fato de ser um método extremamente eficaz desde que realizado corretamente.

O Sistema de Liofilização (Liofilizador) é composto pelos seguintes componentes:

Unidade Liofilizadora (Liofilizador);

Plataforma (ou câmara) de secagem: local na qual as amostra são posicionadas para serem submetidas ao processo de liofilização;

Bomba de Vácuo: necessária para reduzir a pressão em contato com a amostra a ser liofilizada;

Frascos: comercializados sob diversas conformações e volumes – somente selecionados se forem compatíveis com a câmara (plataforma) selecionada para o sistema;

Vamos aprofundar um pouco mais o assunto. Segue abaixo uma imagem representativa de um diagrama de fases. Para aqueles que desconhecem, o diagrama de fases é um tipo de gráfico que mostra as condições de equilíbrio entre as fases termodinamicamente distintas de uma matéria. Os valores utilizados nesta imagem são meramente ilustrativos apenas para explicarmos como a liofilização está envolvida.

Tudo começa quando o solvente (seja ele aquoso ou orgânico) da amostra a ser liofilizada, que está no estado líquido é congelado passando para o estado sólido (etapa representada pela flecha verde na imagem acima). Vale ressaltar que esta etapa de congelamento pode ser realizada em um ultra-freezer separadamente ou no próprio liofilizador, desde que a configuração permita esse procedimento.

Em seguida, com a ajuda de uma bomba de vácuo, a pressão no interior da câmara do equipamento – local onde as amostras estão contidas – é reduzida, ocorrendo o que é indicado pela flecha vermelha na imagem.

Por fim, como o solvente ainda está no estado sólido, é necessário proporcionar condições para que o faça sublimar, ou seja, passe para o estado gasoso sem passar pelo líquido. A temperatura é novamente elevada para ocasionar tal etapa (flecha roxa na imagem). Neste ponto, destacamos que há câmaras que possuem prateleiras aquecíveis que aperfeiçoam esse procedimento. Isso não quer dizer que as câmaras que não possuem aquecimento nas prateleiras deixem a desejar. Tudo são questões de ajustes e uma assessoria completa na hora da aquisição.

O assunto é extremamente amplo e sempre teremos posts relacionados aqui no blog SPLABOR. Uma opção muito interessante é baixar o nosso E-Book de Liofilização para aprender mais, na qual disponibilizamos GRÁTIS para você, clicando aqui.

Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR e cotações, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected]) que encontra-se à disposição.

Participe do nosso Blog, aceitamos sugestões de temas, comentários, críticas. Envie seu comentário.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.