Compartilhe esse conteúdo:

Fornos Muflas  ou Mufla são comumente utilizados em laboratórios para o processo de calcinação. Este procedimento consiste na oxidação das substâncias da amostra, promovida pela alta temperatura fornecida pela Mufla.

As cinzas resultantes deste processo fornecem informações sobre a amostra que foi incinerada por meio de análises dos minerais presentes na cinza.

A cinza é o resíduo restante após toda a matéria orgânica ter sido queimada. Os tipos de minerais que podem ser encontrados nas cinzas são: óxidos, sulfatos, fosfatos, silicatos e cloretos.

A determinação de cinzas é realizada para a obtenção de indicativos como índice nutricional e índice de propriedades funcionais de alimentos.

A Mufla é empregado em laboratórios de indústrias químicas, farmacêuticas, alimentícias, dentre outros. Na indústria sucroalcooleira, é determinante o uso deste equipamento quando o usuário final realizar procedimentos de cinza total, já que este é utilizado como indicativo no índice de refinação – alto teor de cinza interfere na cristalização e descolarização.

Exemplos quantitativos e qualitativos das cinzas em alimentos:

Cinzas ricas em: Ca –Laticínios, nozes, cereais, peixes
P–Laticínios, nozes, cereais, peixes
Fe–Laticínios, carnes, cereais, ovos, peixes,leguminosas
Na–Grãos, frutos do mar, cereais, peixes, ovos e leguminosas
S–Sal, laticínios, frutas, cereais
Zn–Frutos do mar

Exemplos do teor de cinzas de alguns alimentos:
Cereais  0.3 a 3.3%
Laticínios  0.7 a 6.0%
Peixes  1.2 a 3.9%
Frutas  0.3 a 2.1%
Nozes  1.7 a 3.6%
Óleos  0%
Açúcares  0 a 1.2%

 

Na SPLABOR é possível encontrar diversos modelos de  Mufla, conhecido também como Forno de laboratorio, Mufla para Laboratório, Forno Mufla para Laboratório com especificações diferenciadas, para atender a necessidade do usuário.

*Forno Mufla SPLABOR – Digital Microprocessado

Este modelo de Mufla para laboratório pode atingir a temperatura de 1200ºC. A parte exterior não aquece durante o procedimento, pois possui isolação por tijolos.

Outra vantagem da Mufla de laboratório, é que a porta possui contrapeso e abertura tipo bandeja para proteger eventual queda de material quente no operador.

 Forno Mufla Digital Microprocessado – Com 7 Rampas e 7 Patamares

Nesta opção de Mufla para laboratorio as características são as mesmas da anterior. Como diferencial, apresenta o controlador eletrônico microprocessado de temperatura, permitindo a programação das rampas e patamares.

Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR e cotações, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected]) que encontra-se à disposição.

Participe do nosso Blog, aceitamos sugestões de temas, comentários, críticas. Envie seu comentário.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.

 

Fonte: UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO- FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS
DEPARTAMENTO DE ALIMENTOS E NUTRIÇÃO EXPERIMENTAL