20 de julho de 2011
Densímetro

Densímetro

O densimetro é o instrumento que serve para medir a densidade dos líquidos, isso quer dizer, a massa dividida pelo volume. Dá-se por um instrumento do tipo tubo de vidro com uma quantidade determinada de chumbo na base, responsável pelo seu corpo. Onde na parte de cima do tubo existe uma escala desenhada. Importante citar que existem no mercado diferentes tipos de densimetros, onde cada um determina a medida de uma faixa de densidade de líquidos.

E para saber como funciona o densimetro, saiba que para medir a densidade dos líquidos é preciso mergulhar o instrumento no líquido e deixar que ele afunde até deslocar um volume de fluido para que o peso se iguale ao dele. A parte da superfície do líquido indica determinada ponta da escala que é a sua densidade. Para usar o este instrumento, geralmente é utilizado uma proveta, que é um tubo de vidro ou plástico transparente, que pode fornecer uma marcação de volume na parte externa da mesma.

Já o densímetro digital funciona da mesma forma, como o modelo de densimetro digital Anton Paar, que é bem fácil de ser operado, é compacto, bem leve e conta com um design ergonômico, ou seja, fácil de ser manipulado pelas mãos. Este pode armazenar até 1024 resultados de medição, sendo operado através de um teclado de apenas 07 teclas. Ótimo para ser usado em ambientes de pouca luz porque possui display LCD com backlight.

Lembrando que o densímetro funciona quando calibrado em uma temperatura específica, em geral a 20°C, onde o líquido deve ser medido apenas nesta temperatura. Se isso não ocorrer, será necessário utilizar uma tabela de correção para obter os valores exatos. Antes de utilizar o densimetro é importante estudar bem a sua escala e anotar o valor da menor divisão. E, tomar como valor possível de ser medido por estimativa metade do valor desta menor divisão, valor dará a incerteza da leitura com o densimetro. Fique atento e tenha cuidado com a limpeza correta do instrumento, pois líquidos de diferentes tipos podem reagir e danificar os materiais envolvidos. Para medir líquidos corrosivos como os ácidos, por exemplo, podem-se fazer um densimetro utilizando-se duas pipetas de vidro. Mesmo assim é importante tomar cuidado com o instrumento que é bastante sensível.

22 Comentários to “ Como funciona o densimetro? ”

  1. A densidade granulométrica do solo tambem é analizada dessa forma e com este densímetro?

    Antecipo meus agradecimentos.

  2. SP Labor disse:

    Olá, sr Jackson. Primeiramente agradecemos pelo contato. Respondendo à sua dúvida, o densímetro digital Anton Paar nesse caso não irá atender a essa especificação, pois o mesmo é destinado para análises em amostras totalmente líquidas e homogêneas, ou seja, sem nenhuma partícula sólida (pois pode danificar o equipamento internamente ao longo de seu mecanismo de medição) e também sem bolhas (pois as mesmas interferem no resultado). Lembrando que a temperatura máxima que a amostras pode estar para ser analisada neste equipamento é de até 50ºC. Com relação a viscosidade da amostra, o equipamento trabalha com aquelas que possuem até 100 cp. Informamos também que há outros equipamentos envolvendo análises de solo. Caso haja maior interesse, entrar em contato conosco.

    Esperamos ter tirado suas duvidas e estamos à disposição. Obrigada por acompanhar o blog.

  3. Edgley Alves disse:

    Bom dia

    Gostaria de saber se existe alguma especificação ou método de ensaio que diga a quantidade do líquido a ser ensaiado, ou somente colocar em uma proveta a té submergir a parte da base com o chumbo.

    desde já grato

  4. SP Labor disse:

    Olá, Edgley. Com relação a sua dúvida, não há um procedimento padrão (que todos devem seguir) para realizar este tipo de teste. Caso tenha uma proveta, basta enchê-la até um pouco menos de sua capacidade máxima com a amostra a ser analisada e inserir o densimetro. Assim que o densímetro estabilizar no líquido, basta verificar o resultado proporcionado pelo mesmo. Agora, caso necessite seguir os procedimentos estabelecidos em alguma norma ou legislação, a operação deve ser realizada conforme especificações.

    Esperamos ter solucionado sua dúvida. Agradecemos o contato. Obrigada por acompanhar o blog.

  5. IZA MELO disse:

    Somos fabricante de cera depilatoria e gostaria de saber se existe um desnimetro que possa nos ajudar na obtençao do ponto deste produto.
    Lembrando que para esta mediçao o produto deve estar a 130C + e tem a testura de mel. Existe alguma aprelho que possa atuar nestas condiçoes?

  6. SP Labor disse:

    Olá Iza, como vai? Esperamos que bem.
    Acabamos de enviar sua solicitação ao setor de orçamentos com cópia para nossa Assessoria Científica. Em breve responderão sua dúvida.

    A Splabor agradece seu contato e aproveita lhe convidar a curtir nossa fan page ( http://www.facebook.com/splabor )

    Atenciosamente!

  7. Amanda de Almeida disse:

    Olá, eu preciso de um relatório sobre o densímetro para um projeto escolar.
    Seria possível me passar as informações ?
    Obrigada!

  8. SP Labor disse:

    Oi Amanda. Como vai? A SPLABOR tem várias informações sobre densímetro. Acesse o link a baixo e confira. Esperamos ter ajudado.
    http://www.splabor.com.br/blog/?s=densimetro

    Atenciosamente

  9. Sandro disse:

    prezados, em relação ao densimetro digital anton paar, há uma estimativa de incerteza de resultado?

    Agradeço desde já.

  10. SPLABOR disse:

    Olá Sandro.
    Encaminhei sua dúvida a equipe de Assessores Científicos da SPLABOR.
    Em breve o senhor receberá via e-mail todas as informação.
    Muito obrigada pelo contato.

    Atenciosamente.

  11. Renata Nascimento - Instituição: LQFEx disse:

    Bom dia,

    Para adquirir o densímetro digital eu preciso informar a faixa de densidade desejada? Necessito de um densímetro digital para medir densidade de soluções aquosas de água oxigenada, polivinil pirrolidona iodo (PVPI) tópico e degermante e xarope de iodeto de potássio (este contèm sacarose). Qual seria o mais adequado? Como é o seu manuseio e sua manutenção ? Obrigada, Renata

  12. SPLABOR disse:

    Olá Renata.
    A Assessoria Científica da SPLABOR irá entrar em contato em breve, esclarecendo todas as suas dúvidas.
    Para mais informações, estou a disposição.
    Atenciosamente.

  13. Isa disse:

    Que substancia ha dentro do densimetro alem do chumbo?

  14. Daniele disse:

    Olá, preciso medir a densidade de amostras de urina. Qual é o melhor, o densimetro ou o densimetro digital?

  15. Daniele disse:

    Olá, preciso medir a densidade de amostras de urina. Qual é o melhor, o densimetro ou o densimetro digital?

  16. Daniele disse:

    Olá, preciso medir a densidade de amostras de urina. Qual é o melhor, o densimetro ou o densimetro digital?

  17. reidner ruas disse:

    oi…como interpretar a escala do densimetro ??

  18. Queria saber se existe alguma norma de calibração de densímetro.

  19. [...] o meio e sua cor é aumentada por uma lente no topo do conjunto (acima da rosca preta). Portanto, a densidade dos líquidos é quem comada este [...]

  20. Alex Lopes Siqueira disse:

    Gostaria de saber como a tensão superficial influência no valor final do densímetro de vidro, já que, quanto maior a tensão superficial mais dificuldade e mais líquido estará empreguinado nas paredes de vidro do mesmo, influenciando as leituras.

  21. Leonardo disse:

    Olá, estou buscando um densímetro que possa ser utilizado com efluentes líquidos de bovinocultura, suinocultura e efluentes industriais de abatedouro de aves.
    Obrigado.

  22. Thiago Garuzi disse:

    PREZADO SENHOR,

    GOSTARIA DE SOLICITAR A COTAÇÃO DO MATERIAL DESCRITO ABAIXO:

    Item #1:

    ——————————————————————————————–
    ‘#Codigo do Item#: 00010

    Densímetro de vidro ;
    tipo: derivados petróleo e similar ;
    Especificação: ASTM E-100 84H-61 ;
    escala nominal: 0,750 a 0,800 SpGr ;
    subdivisão: 0,0005 SpGr ;
    comprimento nominal escala: 155 a 185 mm ;
    comprimento total: 330 a 360 mm ;
    Líquido de expansão mercúrio ;
    ————————
    Densímetro de vidro ; tipo: derivados petróleo e similar ;
    Especificação: ASTM E-100 84H-61 ; escala nominal: 0,750 a 0,800 SpGr ;
    subdivisão: 0,0005 SpGr ; comprimento nominal escala: 155 a 185 mm ;
    comprimento total: 330 a 360 mm ; Líquido de expansão mercúrio ;
    Este material deve:
    - Possui escala de medição de faixa 0,7500 a 0,8000 g/cm3.
    - Ser confeccionado conforme modelo 84H-61 da norma ASTM E100/Última
    revisão.
    - Ser calibrado conforme norma ASTM E126/Última revisão em, no mínimo, 3
    pontos eqüidistantes distribuídos ao longo da escala.
    - Ser fornecido com certificado de calibração RBC, emitido conforme
    norma ISO/IEC 17025/última revisão, incluindo: correção da calibração;
    número do certificado,órgão calibrador, validade e identificação dos
    insumos utilizados na calibração;resultados parciais obtidos no processo
    de calibração; Número da norma utilizada na calibração/ano da revisão
    desta.
    - Possuir, para cada ponto calibrado, uma incerteza da medição menor ou
    igual a tolerância especificada na norma ASTM E100/última revisão e esta
    incerteza da medição deve ser calculada para um nível de confiança de
    95%.
    ===============================================================

    01 UNIDADE CONSUMO

    ——————————————————————————————–
    ‘#Codigo do Item#: 00020

    Densímetro de vidro ;
    tipo: derivados petróleo e similar ;
    Especificação: ASTM E-100 88H-62 ;
    escala nominal: 0,950 a 1,000 SpGr ;
    subdivisão: 0,0005 SpGr ;
    comprimento nominal escala: 125 a 145 mm ;
    comprimento total: 325 a 335 mm ;
    ————————
    Densímetro de vidro ; tipo: derivados petróleo e similar ;
    Especificação: ASTM E-100 88H-62 ; escala nominal: 0,950 a 1,000 SpGr ;
    subdivisão: 0,0005 SpGr ; comprimento nominal escala: 125 a 145 mm ;
    comprimento total: 325 a 335 mm ;
    Confeccionado conforme norma ASTM E 100/Ult. Rev.
    Calibrado conforme norma ASTM E 126/Ult. Rev. Deve ser calibrado em, no
    mínimo, 3 pontos
    eqüidistantes distribuídos ao longo da escala.
    Com certificado de calibração RBC, emitido conforme norma ISO/IEC
    17025/Ult. Rev, incluindo:
    correção da calibração; número do certificado,órgão calibrador, validade
    e identificação dos insumos
    utilizados na calibração;resultados parciais obtidos no processo de
    calibração ;Número da norma
    utilizada na calibração/ano da revisão desta.
    A incerteza da medição não pode ser maior que a tolerância especificada
    na norma ASTM E 100/Ult.
    Rev. e deve ser calculada para um nível de confiança de 95%.

    02 UNIDADE CONSUMO

    ——————————————————————————————–
    ‘#Codigo do Item#: 00030

    Termômetro de vidro ;
    baixo ponto de anilina ;
    ASTM E1 33C-86 tabela 1 ;
    Líquido de expansão mercúrio ;
    Imersão total ;
    -38 a 42ºC ;
    ————————
    Termômetro de vidro ; baixo ponto de anilina ; ASTM E1 33C-86 tabela 1 ;
    Líquido de expansão mercúrio ; Imersão total ; -38 a 42ºC ;
    Este material deve:
    - Ser confeccionado conforme norma ASTM E1/última revisão.
    - Ser calibrado conforme norma ASTM E77/última revisão.
    - Ser fornecido com certificado de calibração RBC, emitido conforme
    norma ISO/IEC 17025/última revisão, incluindo: correção a calibração;
    número do certificado,órgão calibrador, validade e dentificação dos
    insumos utilizados na calibração;resultados arciais obtidos no processo
    de calibração ;Número da norma tilizada na calibração/ano da revisão
    desta.
    - Possuir, para cada ponto calibrado, a incerteza da medição menor ou
    igual a tolerância especificada na norma ASTM E1/última revisão e deve
    ser calculada para um nível de confiança de 95%.

    04 UNIDADE IMOBILIZADO

    ——————————————————————————————–
    ‘#Codigo do Item#: 00040

    Termômetro de vidro ;
    alto ponto de amolecimento ;
    ASTM E1 16C-86 tabela 1 ;
    Líquido de expansão mercúrio ;
    Imersão total ;
    30 a 200ºC ;
    ————————
    (14.03.2016) Copiar o texto abaixo e colar na RC:
    Termômetro ASTM 16C.
    Confeccionado conforme norma ASTM E 1/Ult. Rev.
    Calibrado conforme norma ASTM E 77/Ult. Rev.
    Com certificado de calibração RBC, emitido conforme norma ISO/IEC
    17025/Ult. Rev, incluindo:
    correção da calibração; número do certificado,órgão calibrador, validade
    e identificação dos insumos
    utilizados na calibração;resultados parciais obtidos no processo de
    calibração ;Número da norma
    utilizada na calibração/ano da revisão desta.
    A incerteza da medição não pode ser maior que a tolerância especificada
    na norma ASTM E 1/Ult.
    Rev. e deve ser calculada para um nível de confiança de 95%.
    ================================================================
    01 UNIDADE IMOBILIZADO

    ——————————————————————————————–
    ‘#Codigo do Item#: 00050

    Termômetro de vidro ;
    viscosidade cinemática ;
    ASTM E1 30F-86 tabela 1 ;
    Líquido de expansão mercúrio ;
    Imersão total ;
    207,5 a 212,5ºF ;
    Tp: CURTIN CMS 181-032
    ————————
    Confeccionado conforme norma ASTM E 1/Ult. Rev.
    Calibrado conforme norma ASTM E 77/Ult. Rev.
    Com certificado de calibração RBC, emitido conforme norma ISO/IEC
    17025/Ult. Rev, incluindo:
    correção da calibração; número do certificado,órgão calibrador, validade
    e identificação dos insumos
    utilizados na calibração;resultados parciais obtidos no processo de
    calibração ;Número da norma
    utilizada na calibração/ano da revisão desta.
    A incerteza da medição não pode ser maior que a tolerância especificada
    na norma ASTM E 1/Ult.
    Rev. e deve ser calculada para um nível de confiança de 95%.

    05 UNIDADE INDUSTRIALIZAÇÃO

    ——————————————————————————————–
    ‘#Codigo do Item#: 00060

    Termômetro de vidro ;
    viscosidade Saybolt ;
    ASTM E1 18C-86 tabela 1 ;
    Líquido de expansão mercúrio ;
    Imersão total ;
    34 a 42ºC ;
    ———————————
    REFERÊNCIA:80-000-18 / FABRICANTE:GREINER SC
    ————————
    Confeccionado conforme norma ASTM E 1/Ult. Rev.
    Calibrado conforme norma ASTM E 77/Ult. Rev.
    Com certificado de calibração RBC, emitido conforme norma ISO/IEC
    17025/Ult. Rev, incluindo:
    correção da calibração; número do certificado,órgão calibrador, validade
    e identificação dos insumos
    utilizados na calibração;resultados parciais obtidos no processo de
    calibração ;Número da norma
    utilizada na calibração/ano da revisão desta.
    A incerteza da medição não pode ser maior que a tolerância especificada
    na norma ASTM E 1/Ult.
    Rev. e deve ser calculada para um nível de confiança de 95%.

    01 UNIDADE IMOBILIZADO

    ——————————————————————————————–
    ‘#Codigo do Item#: 00070

    Termômetro de vidro ;
    viscosidade cinemática ;
    ASTM E1 127C-86 tabela 1 ;
    Líquido de expansão mercúrio ;
    Imersão total ;
    -21,4 a -18,6ºC ;
    ————————
    Este material deve:
    - Ser confeccionado conforme norma ASTM E1/última revisão.
    - Ser calibrado conforme norma ASTM E77/última revisão.
    - Ser fornecido com certificado de calibração RBC, emitido conforme
    norma ISO/IEC 17025/última revisão, incluindo: correção da calibração;
    número do certificado,órgão calibrador, validade e identificação dos
    insumos utilizados na calibração;resultados parciais obtidos no processo
    de calibração ;Número da norma utilizada na calibração/ano da revisão
    desta.
    - Possuir, para cada ponto calibrado, a incerteza da medição menor ou
    igual a tolerância especificada na norma ASTM E1/última revisão e deve
    ser calculada para um nível de confiança de 95%.
    ================================================================

    04 UNIDADE CONSUMO

    ——————————————————————————————–
    ‘#Codigo do Item#: 00080

    Termômetro de vidro ;
    viscosidade cinemática ;
    ASTM E1 72F-86 tabela 1 ;
    Líquido de expansão mercúrio ;
    Imersão total ;
    -2,5 a 2,5ºF ;
    ————————
    Confeccionado conforme norma ASTM E 1/Ult. Rev.
    Calibrado conforme norma ASTM E 77/Ult. Rev.
    Com certificado de calibração RBC, emitido conforme norma ISO/IEC
    17025/Ult. Rev, incluindo:
    correção da calibração; número do certificado,órgão calibrador, validade
    e identificação dos insumos
    utilizados na calibração;resultados parciais obtidos no processo de
    calibração ;Número da norma
    utilizada na calibração/ano da revisão desta.
    A incerteza da medição não pode ser maior que a tolerância especificada
    na norma ASTM E 1/Ult.
    Rev. e deve ser calculada para um nível de confiança de 95%.

    01 UNIDADE CONSUMO

    ——————————————————————————————–
    ‘#Codigo do Item#: 00090

    Termômetro de vidro ;
    perda pelo calor ;
    ASTM E1 13C-86 tabela 1 ;
    Líquido de expansão mercúrio ;
    Imersão total ;
    155 a 170ºC ;
    ————————
    Termômetro de vidro ; perda pelo calor ; ASTM E1 13C-86 tabela 1 ;
    Líquido de expansão mercúrio ; Imersão total ; 155 a 170ºC ;
    Confeccionado conforme norma ASTM E 1/Ult. Rev.
    Calibrado conforme norma ASTM E 77/Ult. Rev.
    Com certificado de calibração RBC, emitido conforme norma ISO/IEC
    17025/Ult. Rev, incluindo:
    correção da calibração; número do certificado,órgão calibrador, validade
    e identificação dos insumos
    utilizados na calibração;resultados parciais obtidos no processo de
    calibração ;Número da norma
    utilizada na calibração/ano da revisão desta.
    A incerteza da medição não pode ser maior que a tolerância especificada
    na norma ASTM E 1/Ult.
    Rev. e deve ser calculada para um nível de confiança de 95%.

    04 UNIDADE

Deixe seu comentário


8 − sete =