Compartilhe esse conteúdo:

Quando falamos de laboratório o tema segurança é de responsabilidade de todos os envolvidos.O analista deve ter cuidado e ser metódico ao realizar as tarefas cotidianas.
Uma das diretrizes básicas consiste em não se utilizar o equipamento de laboratório ao que fim a que ele  não foi destinado. Grandes dúvidas ocorrem na escolha apropriada da estufa de laboratório.

Elaboramos esse post para orientar os analistas na escolha correta de uma boa estufa laboratorial.

Segue abaixo 6 Dicas Importantes para a escolha da Estufa de Laboratório:

1)Temperatura: a faixa de temperatura de operação da análise é fator determinante para a escolha da estufa de laboratório correta.
Por exemplo : Uma estufa de esterilização e secagem possui uma faixa de temperatura de + 50°C até 250°C, já a estufa bacteriológica possui uma faixa de temperatura +5° C acima da temperatura ambiente a 70 °C, a estufa incubadora BOD possui uma faixa de temperatura -10°C a 50°C e possui uma grande gama de aplicação no laboratório.

2) Tamanho: antes de escolher a estufa de laboratório, o analista precisa dimensionar sua rotina laboratorial, o tamanho da amostra e, quantas análises serão efetuadas por dia, ou por período de trabalho.

3)Local de Instalação da Estufa: a estufa de laboratório precisa ser instalada sob uma bancada reforçada ou ser for de um tamanho maior sob o chão, o local precisa ser ventilado e longe da passagem de pessoas. Também precisa ser dimensionado paredes e escadas para a chegada da estufa ao local na qual se planeja instalar.

4) Material da Estufa: a preferência por estufa aço inox deve ser levada em conta para maior durabilidade do equipamento.

5) Prateleiras da Estufa: o usuário deve verificar quantas prateleiras comportam o equipamento de laboratório e quantas acompanham o equipamento, caso seja necessário pedir prateleiras adicionais.

6) Aplicação: sempre mencionar ao fabricante de estufa de laboratório a aplicação, somente mediante as dicas acima a escolha da estufa vai ser correta e atender as necessidades do usuário.

Os equipamentos de laboratório devem ser inspecionados e mantidos em condições por pessoas qualificadas para este trabalho. A freqüência de inspeção depende do risco que o equipamento possui, das instruções do fabricante ou
quando necessário pela utilização;

Participe do nosso blog, envie seu comentário, dúvida ou sugestão.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.
Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected])