Compartilhe esse conteúdo:

A utilização da pesagem é corriqueira no ambiente laboratorial , todo laboratório utiliza uma balança analítica ou uma balança semi-analítica, ou ambas. A utilização da balança  está relacionada desde os egípcios e que está presente em nossas vidas até hoje.
O que difere a utilização de uma balança analítica de uma balança semi-analítica?

 

Basicamente ao escolher uma balança de precisão é necessário se levar em conta a quantidade a ser pesada e a precisão que a análise  necessita. Quanto maior a capacidade, menor a precisão.
Alguns laboratórios por exemplo como da indústria farmacêutica requerem uma balança de alta precisão.

Como calibrar uma balança de precisão?

Toda Balança Semi- Analítica ou Analítica adquirida pelo cliente precisa da primeira verificação inicial feita no local por oficinas autorizadas pelo INMETRO, segundo Portaria Inmetro N° 236/94 no parágrafo 4.1.2.4.

As balanças de precisão são calibradas pelo Inmetro e possuem selo de verificação inicial.

Após a calibração no Inmetro o peso de aferição é utilizado somente para conferência.

CALIBRAÇÃO DE BALANÇAS 

As balanças utilizadas para realizar medições que exerçam influência nos resultados dos ensaios (exemplos:balança semi-analítica usadas na preparação de soluções e/ou amostras para ensaio e em métodos
gravimétricos) devem, de acordo com o requisito 5.5.2 da ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005, ser calibradas para determinar se atendem aos requisitos especificados pelo Laboratório e às especificações da norma pertinente.
A calibração de balança semi-analítica e balança analítica  deve ser realizada por laboratório que atenda a política de rastreabilidade daCgcre, NIT-Dicla-030.

Recomenda-se o uso de intervalos iniciais de calibração anuais ou semestrais, a serem ajustados a partir da análise do histórico da balança de precisão.
A balança semi-analítica e a balança analítica devem estar instaladas respeitando as instruções dos fabricantes, normalmente em mesa anti-vibratória para balanças , longe de fontes de calor, luz solar direta, e correntes de ar.

O Laboratório que realiza ensaios químicos e/ou biológicos deve realizar verificações intermediárias da balança de precisão que tenham influência nos resultados de medição.

Tais verificações, realizadas de acordo com uma periodicidade e procedimentos definidos, têm por objetivo conhecer e controlar a deriva das balanças no período entre duas calibrações. Dessa forma, o Laboratório tem condições de avaliar se as características das balanças de precisão  não se modificaram significativamente desde a última calibração realizada por Laboratório competente e, portanto, se os certificados de calibração permanecem válidos.
A periodicidade das verificações intermediárias (diário, semanal, etc.) deve ser  estabelecida com base na experiência e condições de utilização da balança de precisão.

Este controle permite avaliar e otimizar os prazos de calibração estabelecidos, bem como detectar antecipadamente avarias ou falhas. Uma avaliação da tendência permite, também, identificar possíveis impactos nos resultados de medição e tomar as ações necessárias para solucionar o problema.

Preferencialmente o Laboratório deve utilizar peso padrão com rastreabilidade ao Sistema Internacional de Unidades, isto é, peso padrão calibrado por Laboratório de Calibração competente. Denomina-se peso a medida materializada de massa regulamentada em suas características de construção e metrológicas, de acordo com a Portaria Inmetro 233/2004.
É possível, no entanto, a realização das verificações intermediárias utilizando-se peso padrão  não calibrados, desde sejam pesados logo após a calibração completa da balança semi- analítica , a fim de estabelecer um valor de referência inicial. Outro fator relevante é que os mesmos pesos (artefatos) devem ser utilizados em cada verificação intermediária.
O peso padrão  não calibrados são denominados “designados pelo usuário”, uma vez que o valor designado é dado pelo usuário quando da calibração completa da balança de precisão.

Quer sejam utilizados pesos padrão calibrados ou não calibrados, para que as verificações intermediárias sejam eficazes, devem ser manuseados e armazenados com cuidados tais que seus valores não se modifiquem em
função de arranhões, poeira, contaminação, etc.

Periodicidades recomendadas
Balança Semi Analítica, Balança Analítica calibração anual e verificações diárias ou a cada uso.
Pesos padrão: calibração a cada 5 anos.
Pesos de valor designado: verificações contra peso padrão calibrado(anualmente) ou pesagem direta nas balanças imediatamente após a calibração destas.

Dúvidas sobre balança semi analítica? Consulte nossa equipe.

Qualquer dúvida técnica sobre os equipamentos contidos no portfólio SPLABOR e cotações, entre em contato com o Departamento de Vendas ([email protected]) que encontra-se à disposição.

Participe do nosso Blog, aceitamos sugestões de temas, comentários, críticas. Envie seu comentário.

AVISO DE DIREITOS AUTORAIS: Todo o material deste blog, sendo proibida toda e qualquer forma de plágio, cópia, reprodução ou qualquer outra forma de uso.

Fonte: http://www.inmetro.gov.br/credenciamento/docs/P9_VerificacaoIntermediariaBalancas_AnaCristina.pdf